Obrigado

Para grande felicidade familiar, a operação correu muitíssimo bem. O Guilherme, apesar de detestar anestesias e de não perceber por que é que toda a gente lhe dava tanta atençâo e o queria agarrar, portou-se lindamente (tivemos o cuidado óbvio de repetir exaustivamente que ele é autista e, desde logo, não é uma criança capaz de perceber a parte boa de ter uma agulha espetada na mão com um tubo desconfortável como apêndice).  Obrigado a todos quantos pensaram nele e lhe desejaram bem.  

Publicado em autismo, saúde. 4 Comments »

4 Respostas to “Obrigado”

  1. mariamartin Says:

    Caro Pai,
    Ainda bem que tudo correu bem!
    Sabe, acho que às vezes nos preocupamos demasido por antecipação…e eles supreendem-nos pela positiva (às vezes tb pela negativa :-)!) Mas o que é preciso é essa disposição!Boa, confiante.
    Um abraço a toda a família.
    mariamartin

  2. Maria Anjos Says:

    Olá Pai,
    Que bom tudo estar a correr bem!
    Os meus dois filhos tb já colocaram tubinhos e, de facto, as otites passaram a surgir de forma muito rara (qd eram mensais ou até bi-mensais). Na altura em que mantiveram os tubinhos, não surgiu otite alguma e até a parte mais complicada, que é não molhar ou ouvidos durante o banho, passados os primeiros banhos, começou a correr lindamente, mesmo com o meu filho com PEA. Neste, em vez dos tampões, que comprei devidamente adaptados ao tamanho do ouvido dele (só encontrei tais tampões na Farmácia Azevedo, na Baixa) como não os deixava colocar, optei por utilizar algodão embebido em vaselina liquida, que tb faz o efeito de barreira. Colocava tb uma banda (que tb comprei na mesma farmácia) e nunca houve problema nenhum, os tubinhos permaneceram pelo tempo normal ( cerca de 1 ano).
    Quanto à audição, de facto tb melhorou e o meu rapaz de 4 anos (fará 5 em Julho) começou agora a falar e fala mesmo, não se limita a repetir o que ouve (ecolália), nada disso. Fala, manifesta necessidades (mamã tenho fome, doi a barriga, etc).
    Já agora deixe tb que lhe diga que, os maiores saltos dele em termos de desenvolvimento, ocorrem qd vê os pais mais descontraidos, mais bem dispostos, ou seja, quando a familia está mais feliz. Pelo contrario, qd estamos mais tensos, mais irritados, fica logo mais instável e lá vêm as estereotipias. Como vê, o optimismo compensa…
    Continuação das melhoras do Guilherme e um abraço para todos.
    Maria Anjos

  3. MRelvas Says:

    Caro amigo,

    fico muito satisfeito com o final feliz.Muitos novos momento virão, novas complicações, novas alegrias, enfim a continuação da vida. Temos que antecipadamente os preparar, calmamente e com um sorriso…Por vezes não é fácil, mas se nos mostrarmos “calmos” eles sentem-no bem! Melhora a sua performance…

    Um abraço e felicidades

  4. felipebreia Says:

    legal o blog!
    bem família!!
    Muito bom o post!

    Está de parabéns!

    Entra no meu blog também!

    E se quiser fazer uma parceria, estamos aí…

    http://www.felipebreia.wordpress.com


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: