methyl B-12

Não percebo exactamente do que se trata (sei, pelo nome e por um par de leituras na diagonal, que tem a ver com a vitamina B 12) mas é a última moda em Paris no que concerne a remissão de sintomas autísticos. Neste caso Paris é o DAN! Institute, famoso pelo nome (Defeat Autism Now!) e por ser tão versátil nas propostas de cura como um pedreiro português emigrado. Já ouviram falar da dieta livre de caseína e gluten? Dan!.  Parasitas intestinais e respectiva erradicação? Dan!. Da implicação dos metais pesados (o mercúrio da tríplice e os demais cúmplices) no autismo e respectiva possibilidade de quelação? Dan!. Tratamentos hiperbáricos? Dan!. Qualquer rumor crescente sobre uma possibilidade de cura ou perto disso transforma-se rapidamente numa solução integrada no protocolo Dan!, porque estes senhores têm pouca paciência para estudos clínicos e querem resultados, e já!

A mim apraz-me, por um lado, ter alguns cérebros fora do círculo vicioso das não-propostas onerosas. De cada vez que faço uma pergunta a um clínico português sobre a dieta livre de caseína e gluten ou não sabem do que estou a falar ou, na postura clássica do paternalismo médico, certamente doutrinada numa cadeira obscura do terceiro ano do curso, baixam os olhos, enviesam um sorriso amarelo e explicam-me que tudo quanto se lê na Internet (dietas, medicamentos, intervenções) provém de cabecinhas que têm de ganância o inverso de cultura científica. Toda a gente se quer aproveitar da esperança e credulidade dos pais e tudo o que seja sugerido fora do âmbito das quatro paredes do gabinete é uma espécie de pacto com o pecado agnóstico da esperança em consultório alheio.

Se há gente desconfiada, não me orgulho de ser digno representante. Digo mais: sou democraticamente desconfiado.  Detecto maus odores onde outros vêem alminhas caridosas de escoteiros em execução diária de boas tarefas. Se toda a gente diz bem, recuo e fecho os olhos, desconfiado que vai explodir. Desconfio sistematicamente. É a minha religião.

Quando compunha a barra direita desta página, actualizando as hiperligações (ou, como se diz em português corrente, links) dei com uma página que faz referência ao verdadeiro tema desta entrada (ou, no Camões de hoje, post), a saber, o Methyl B-12 e as suas propriedades milagrosas no que diz respeito ao autismo e derivados. Por norma, desconfio. E desconfio sempre do DAN!, porque para eles a cura já aconteceu, com o tratamento do tracto intestinal, em primeiro lugar, e logo de seguida com a dieta livre de Caseína e Gluten. Desde logo, porque creria agora na aparição quando esta já foi anunciada e desmentida duas vezes? Porque sofro de esperança congénita. Como se o meu olho esquerdo se recusasse abrir e o direito fechar. Portanto com a direita vou informar-me melhor sobre as propriedades oníricas que a bioquímica nos oferece sob este nome simpático de Methyl B-12 e convido-os a fazer o mesmo, resguardando o canhoto que há em cada um nós, sob pena de nos cegarem.

A página sobre o Methyl B-12 é profícua em vídeos. Este é o endereço.

 

Pai.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: